Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



  • tratarem-me por "puto": sei que é moda, mas acho deselegante. Se for mais novo que eu, então é um sacrilégio!
  • pessoas que não se sabem comportar no cinema: no último Harry Potter foi um fartote. Pontapés nas cadeiras, comentários sobre o filme em alto e bom som, telefonemas atendidos a meio do filme, enfim...
  • criticarem-me pela maneira como caminho: eu não pouso totalmente os calcanhares no chão, o que faz com que ande aos "saltinhos". É uma coisa muito subtil e muitos só se apercebem passado algum tempo, o que gera logo comentários e sugestões sobre "como andar". Para futura referência: eu caminho assim vai para 26 anos e acham mesmo que é agora que me vou "tratar"?!
  • spam na minha conta de email: só em procedimentos para alargar o pénis já lhes perdi a conta.
  • a ventania de Espinho: sério! Nos últimos dias, tem sido impossível! Não há dia de praia que resista a tamanho vendaval.
  • derrotas do Benfica: uma noite (mal) dormida e passa, mas o rescaldo do jogo não é para corações fracos.
  • smartphones: touchscreen num ecrã tão pequeno é algo que faz perder as estribeiras (escrever uma SMS é um martírio). Porém, é só até ter um.
  • malta que não quer escrever bem: uma coisa é não saber, outra é não querer. Cabe na cabeça de alguém escrever com 'k', 'x', diminutivos, acentuação inexistente ou, pior ainda, maiúsculas e minúsculas sem qualquer critério?! Se nas SMS's ainda dou de barato dada a limitação de caracteres, por essa Internet fora acho simplesmente deplorável como as pessoas escrevem tão porcamente. Erros com formas verbais são o pão nosso de cada dia.
  • pessoal que não comenta no blog e depois escreve-me no Facebook ou no Twitter. Só por isso, este texto foi sem ligação nas redes sociais.

publicado às 20:15

Atraso tecnológico

por Antero, em 23.02.10

É um pouco impensável que, com o curso superior que frequentei, eu esteja tão a leste no que às "novas" tecnologias diz respeito. Eu brinco sempre com a situação e digo que estou 1 ano atrasado em relação aos meus colegas. Criei um blogue quando já muitos o tinham, a conta no Twitter já foi muitos meses depois da malta aderir, resisti ao Hi5, não uso NetVibes ou outros agregadores de feeds e só recentemente me inscrevi no Facebook. Muitos podem chamar-me "Maria vai-com-as-outras" ou mesmo preguiçoso, mas eu prefiro deixar que os outros experimentem as incontáveis redes sociais que nascem como coelhos (a nova onda é o Formspring) a depois atiro-me de cabeça. A curiosidade só surge depois de muita pressão. Se não gostar, adeus e obrigado por nada.

 

O pior é quando me vicio.

 

Que é o que está a acontecer com o Facebook. Achava eu que aquilo seria outro Hi5 populado por conversas, fotos e assuntos sem interesse, mas não; aquilo é outro pedigree (embora os assuntos sem interesse continuem lá, mas - a um nível mais extremo - qual o interesse de um Twitter ou de um blogue?). E não tenho Farmville e sou pouco dado a quizzes, mas que a coisa vicia, lá isso vicia. Por isso tenho tanto medo: o tempo já é tão curto para o meu blogue, o meu Twitter, o meu Facebook, mais ver os dos outros, ler, analisar, comentar, discutir e repetir o processo ad infinitum.

 

O povo pensa que estas coisas nos vêm facilitar a vida, quando não é bem assim: ver o que outros andam a fazer passou a ser um objectivo, dizer o que andamos a fazer passou a ser uma meta, é a cultura da cusquice e da tertúlia ao mais alto nível. Se é assim, mais vale ser tecnologicamente retardado e vivermos analogicamente felizes. E os geeks não terão a sua vingança. Fica o aviso para os demais que eu já não tenho salvação.

 

publicado às 12:13

Compras

por Antero, em 11.05.09

 

Comprei hoje um iPod, daqueles normais, com 120 gigas (dizem eles, mas estas estimtivas já eu as conheço...). Ao vê-lo, um amigo meu comentou:

 

- Eh pá, que batata! Porque não compraste um Nano, mais pequeno e cómodo?

- Nesta fase, não estou numa de comodidades. Eu preciso é de espaço!

 

E é bem verdade. A acumulação de séries, músicas, comics e filmes é tanta que o meu disco de 500 gigas (eu sei, eu sei...) já não dá para o gasto. E a disponibilidade, bem como a pachorra, para gravar tudo não é muita. Então toca a comprar um iPod. Podiam dizer que podia adquirir um disco externo novo ou ganhar vergonha na cara e gravar tudo em vez de esbanjar dinheiro, mas permitam-me este pequeno (embora caro) luxo. Primeiras impressões:

 

  • rodar os dedos para mudar de item requer uma certa perícia;
  • o sistema de sincronização é engraçado, mas gosto mais do velho "O Meu Computador - iPod - Arrastar tudo para lá dentro". Não dá mesmo para ler as músicas sem ter de sincronizá-las? E vídeos é a mesma coisa? Heeeeelp!
  • é bonito. Mas tudo o que é da Apple prima pela beleza estética;
  • agora vou ser um gajo com bué da pinta! Tenho um iPod!

 

 

Comprei também a edição brasileira do Watchmen, uma vez que a que tinha encomendado nunca mais chegava. Mais um luxo, até porque duvido que tenha tempo para ler as mais de 400 páginas da edição (e como já vi o filme, o interesse já não é tanto). Comprei também 2 pares de sapatilhas, porque as que tinha das duas uma: ou estavam rotas ou gastas. É o mal das coisas conseguirem durar anos (pelo menos no que a mim diz respeito): há-de chegar a altura em que elas estão todas no mesmo nível de decomposição.

 

publicado às 19:56

Rapidinhas #3

por Antero, em 13.04.09

Assim a modos de recapitulação:

  • acho que nunca transpirei tanto na minha vida como nas idas ao ginásio. Aliás, eu nem sabia que era capaz de transpirar;
  • apresentações em Flash fazem-se com uma perna atrás das costas, mas ter de voltar ao "arcaico" Powerpoint é chato, porém desafiante;
  • admito: estou viciado no American Idol, via Fox Life. O meu sonho é vir a ser como o Simon Cowell. O meu pesadelo é vir a tornar-me numa Paula Abdul;
  • assim à oitava ou nona crónica sobre cinema para o jornal Maré Viva escrevi a minha primeira crítica negativa. Mas Gran Torino é mesmo fracote. Não há desculpa para tamanho tropeção de Clint Eastwood. Ou melhor, até há: rever Mystic River e Million Dollar Baby e acabamos por desculpar tudo ao homem;
  • o FC Porto não vai passar pelo Manchester United: Jesualdo vai ser cagão, Helton vai frangar, Lisandro e Hulk vão falhar golos feitos e o United não vai perdoar. Mas, se isto não ocorrer, conto com a intervenção do senhor Platini: amigo, quer mesmo aquela gente nas meias-finais? Veja lá isso!
  • O Benfica jogou bem e perdeu. Mais um ano atrás do Sporting. Coisa indigna essa de ficar atrás de um clube que sofre 12 golos em dois jogos. Mas também é à frente do Benfica que aquela gente é feliz, então bora lá cantar a música do Ovo Kinder: "Felicidade!...";
  • É incrível como as ruas de Espinho são remendadas a toda a hora, mas basta vir uma chuvada célere e os buracos trazem reforços;
  • novo álbum de Blasted Mechanism ali na pasta pronto a ouvir;
  • troquei de telemóvel. Tarde e a más horas, mas está trocado. Menos um empecilho na minha vida. Faltam só 295...

publicado às 22:03

Despedida

por Antero, em 06.02.09

Caro Acer Aspire 3000,

 

Escrevo estas palavras com lágrimas nos olhos. É sempre difícil receber uma notícia destas, mas acredita que é tão difícil dá-las como recebe-las. Sendo assim vou directo ao assunto: troquei-te por outro. Porquê? Sou um tipo egoísta; creio que estarei melhor com outra companhia. Mas não leves a mal. O problema não és tu, sou eu. Já não conseguia olhar para o lado e deslumbrar-me com tanto hardware de ponta e depois sentir-me frustrado por te ver a arrastar ao meu lado. E que boa companhia foste tu: três anos e meio não se deitam no lixo assim do nada e acredita que tu mereces alguém melhor do que eu. Alguém mais paciente. Mais carinhoso. Mais prudente. Ainda pensei doar-te a um lar de idosos, mas provavelmente irias sentir-te insultado. Quando eu decidi puxar pelos teus limites e tu hibernaste por 3 meses a fio, não sabes como senti a tua falta. Eu sei que sou um ingrato e de certeza que desejas ardentemente que o meu novo bebé me traga mais problemas que tu alguma vez proporcionaste. Mas, peço-te, não penses assim. O rancor não leva a nada.

 

Saudades? Claro que vou ter. De quando te arrastavas num processo qualquer e me proporcionavas um intervalo inesperado para um café seguido de um cigarro. Vou ter saudades da tua drive para DVD defeituosa que só lia o que queria e quando lhe apetecia. Acima de tudo, foste sempre fiel aos teus princípios. Terei saudades dos constantes riscos no monitor. Do arranque eterno. Do barulho da ventoínha. Das mensagens de erro. Sempre sincero comigo. E para gratificar essa tua sinceridade absoluta, sinto-me na obrigação de ser honesto contigo. Fui infiel. Há muito que pensava noutro. Aliás, escrevo esta missiva já na companhia do Outro, aproveitando o pós-coito depois de horas a instalar programas e a copiar ficheiros. Sim, é aquele que chegou hoje e logo me lançaste um olhar de desespero. Tinhas razão. Tiveste sempre razão. Deve ser duro saber disto, mas tens de ser forte. Hás-de encontrar o parceiro ideal para ti. Eu sei que encontrei.

 

Obrigado pelos bons (e maus) momentos que passámos juntos.

 

Teu para sempre.

 

Antero Eduardo Monteiro

 

publicado às 01:26

Crónicas do mundo do trabalho #1

por Antero, em 03.12.08

A minha primeira manhã no trabalho foi óptima. Passei horas às voltas com um computador arcaico (para terem noção da velhice, o mesmo nem portas USB tem), cheio de tralha, viroses, trojans e afins. Ontem recebi um telefonema do patrão que, antes de embarcar para a Alemanha, me disse que o computador da recepção do consultório dele tinha apanhado um vírus que desligava o computador em 60 segundos e pediu-me para ver se podia fazer alguma coisa. "Não pode ser o Blaster" - pensei eu - "já ninguém apanha isso hoje em dia". Lá fui eu ver o que se passava e, após esperar uma eternidade para que o computador arrancasse no modo de segurança, lá pus a correr oFixBlastque, com tanto lixo, levou outra eternidade a fazer o scan. Não era o Blaster, mas era worm semelhante. O computador tem ligação à Internet e, surpresa das surpresas, nem tem a firewall do Windows activada! Pus oStingera correr e fui almoçar...

 

publicado às 13:01

Actualidades #6

por Antero, em 05.11.08

Barack Obama é eleito presidente dos EUA

Como se previa há largos meses e de acordo com a vontade mundial, Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos da América. De nada serviu a agressividade dos republicanos: Bush deixou uma marca negativa tão forte que é altura de ruptura e Obama liderou a campanha de forma irrepreensível. Ele tem aquele carisma dos grandes líderes, capaz de movimentar as massas, principalmente das "minorias" que foram às urnas em grande número. Que tenha toda a sorte do Mundo e seja o mais sensato possível, uma vez que deve haver muito norte-americano conservador capaz de lhe mandar um balázio certeiro. Com o historial dos EUA nestas situações, estes temores são mais que fundados. Mas a altura é de festa e esperança que melhores tempos virão.

 

Liga dos Campeões

O Sporting assegurou ontem a passagem aos oitavos-de-final da competição apesar de não jogar uma beata. Ao contrário dos azares de outras épocas, convém admitir que este grupo é muito fraco e as declarações do corpo técnico do Sporting são ridículas: vir o presidente dizer que foi "uma chapada de luva branca a muita gente" depois de semanas a suplicar apoio dos adeptos denota uma falta de sensatez gritante. Como se esta vitória fosse apagar os casos de balneário, a visão técnica limitada de Paulo Bento (se bem que lhe dou o mérito de vitórias com plantéis de bradar aos céus) e do fosso entre os adeptos e a equipa. De qualquer das formas, parabéns ao Sporting Lisbon (hehehehe). Hoje, o FC Porto entra em acção e a conjectura não podia ser pior, embora os portistas tenham o hábito de superar-se quando estão sob pressão. O plantel está muitos furos abaixo dos anos anteriores e agora começam a emergir os defeitos de Jesualdo Ferreira como treinador. Claro que com uma SAD que ganha balúrdios em comissões de compra (!) de jogadores e que chupa o dinheiro todo em prémios de vitórias, cujas percentagens são escandalosas. Mas aí cabe aos sócios do clube reclamarem. No futebol jogado, Rodriguez ainda não fez nada para merecer o vencimento, Lisandro anda sem pontaria, Lucho e Raul Meireles estão cansados (será das noitadas?), Bruno Alves continua a ter carta branca para dar porrada a tudo e todos e Hulk joga como se estivesse no PES, naquele modo em que o jogador tem de mostrar os seus atributos. No fim, uma boa notícia: parece que Pelé já descobriu o caminho da Ribeira para o Dragão e assim escusa de andar desaparecido na noite portuense.

 

Magalhães

É vergonhoso que o Governo se vanglorie de um computador para as escolas e estas ainda continuam à espera dos mesmos. Parece que o Governo quer que as Câmaras financiem a distribuição e estas, completamente falidas, não estão muito para aí viradas. Pior ainda é ver Sócrates a enterrar-se em grande ao afirmar que o Magalhães é tão bom que todos os seus ministros o utilizam, o que atestou aquilo que muitos desconfiavam: aquela gente tem idade mental de 10 anos.

 

publicado às 16:42

Arrumar a banca

por Antero, em 04.11.08

Adicionei dois links para dois blogs de ex-colegas meus da faculdade, retirei outros tantos que já estavam parados há bastante tempo e ainda corrigi um ou outro que estavam errados. Incluí também ali ao lado a caixinha doTwittercom ligação para a minha conta. O Twitter é uma coisa engraçada embora meio inconsequente: é como enviar SMS's para o nosso grupo de contactos online sobre o que andamos a fazer, mas cujas informações vão para além dos batidos e limitados "Ocupado", "Ausente" ou "Volto Já". Pelos vistos podemos enviar mensagens através do telemóvel, apesar de eu achar que se telefonasse à Vodafone a perguntar sobre os possíveis pagamentos e viabilidade técnica, o espectacular atendimento telefónico ainda pensaria que eu estivesse a falardisto.

 

Um agradecimento especial àCátia, a minha bóia de socorro nestas coisas tecnológicas todas prá frentex (e pensar que tirámos os dois o mesmo curso...).

 

publicado às 11:57

Maldição tecnológica

por Antero, em 08.09.08

Eu devo ser o Novo Tecnólogo da Comunicação menos característico possível. Primeiro, nunca estou a par de nada: a semana passada, foi lançado o novo browser da Google e eu a nadar no assunto; há poucos dias, apareceu uma notícia do Second Life na RTP e eu para mim: Isto ainda existe?. Segundo, sou muito avesso a novas actualizações nos programas que utilizo: o meu iTunes estancou há cerca de 5 versões e só instalei o Mozilla Firefox 2 (vejam só, o dois!) porque estava com problemas com o plug-in do Quicktime. Depois, nunca fui fã de jogos de computador (aguentei o Age of Empires II uma tarde e fartei-me), a programação sou pouco mais que zero à esquerda e se me falha o CD de instalação de um hardware qualquer está o caldo entornado.

 

Isto tudo porque um amigo meu emprestou-me um router que ele já não precisava e como ter uma rede sem fios cá em casa até dá bastante jeito, tratei de o instalar hoje de manhã. Bem, o mal não pode ser meu porque segui os passos todos e mais alguns, mas ele não funciona. O meu portátil, aqui mesmo ao lado, não detecta nenhuma rede. E poucas coisas me irritam tanto como ver um aparelho com as luzes certas todas ligadas e nada funcionar! No entanto, no computador cá de casa continuei com a ligação por cabo (agora através do router) e não custa nada testá-la, certo? Comecei por ligar o YouTube para carregar uns vídeos em simultâneo e iniciei o download do episódio desta semana do Entourage.

 

Apanhei um susto! A net ficou relativamente mais lenta, mas isto já era esperado. No entanto, o download encravou umas 5 vezes, pelo que tive de pausar e retomar o mesmo em cada uma delas. Com o YouTube foi pior: poucos vídeos carregavam até ao fim e aqui não havia "pausar e retomar": toca a actualizar a página! Sinceramente, já começo a desconfiar se quero mesmo uma ligação sem fios cá em casa: se com cabo é assim, fará com wireless e ainda por cima no meu portátil que já suspira pela sucata. E o pior é que nem tenho a certeza se a rede tem alcance na casa toda.

 

Porém, acho que isto tudo está relacionado com uma certa maldição lançada sabe-se lá por quem sobre a minha casa. Diz a mesma que nenhum aparelho cá em casa está imune a defeitos e, mais cedo ou mais tarde (normalmente, é a primeira), começam os estragos. Já foram computadores, portáteis, televisores, telemóveis, a powerbox da TV Cabo, leitores de DVD, uma pen, aparelhagens, um disco externo (ok, o problema deste era não ser resistente à força da gravidade) e até o micro-ondas. Não há por aí uma alma caridosa que queria exorcizar este espaço? Como estou desempregrado, o pagamento fica por um eterno agradecimento. Chega?

 

publicado às 13:50


Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D