Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Agora é mesmo oficial. Vibro muito mais com o Benfica do que com a Selecção Nacional. Andei eufórico durante o Euro 2004 (como toda a gente), mas aí foi mesmo o canto de cisne. Depois de uma qualificação calma, o Mundial 2006 trouxe a desconfiança: Portugal teve uma participação com muito mérito, mas as exibições não eram nada por aí além (aquele prolongamento com a Inglaterra reduzida a 10 foi inqualificável). Scolari devia ter saído aí, pela porta grande. Mas não, quiseram manter um já estafado seleccionador no comando e a fase de qualificação para o Euro 2008 foi toda feita na corda bamba. No entanto, Portugal apurou-se e isso bastou para esquecer os erros anteriores e lá voltou a histeria injustificada em torno dos "Heróis Nacionais". Como se sabe, a prestação foi o que foi - podem ver o meu acompanhamentoaqui- Scolari saiu pela porta pequena, Ricardo foi crucificado (e muito fez para isso) e lá chamaram o Professor (?) Carlos Queiroz para comandar a nau portuguesa.

 

Cinco jogos oficiais depois, 6 pontos amealhados e a qualificação para o Mundial 2010 em risco, podemos deduzir que um dos (poucos) pontos positivos que Queiroz trouxe foi dar ainda mais mérito a um desacreditado Scolari. Antes do Euro 2008, Queiroz soube apontar os problemas que a Selecção sofre há anos, mas já deu para perceber que diagnósticos todos sabem fazer, arranjar soluções é mais difícil. E depois de ver a equipa titular de ontem, uma completa salada russa onde um médio passa para ponta-de-lança, um central passa a trinco e outro central passa a lateral, não há muito com que vibrar. Nem mesmo ao vivo. E se o jogo não aquecia nem arrefecia, o ambiente nas bancadas era gélido. Nem o hino empolgou, embora os adeptos que me rodeavam, mais a sua pronúncia tripeira carregadíssima, ainda fossem dando para rir. Nada como uns labregos para animar a noite. O seu comportamente bipolar deu-me o impulso de lhes aconselhar um psiquiatra, tantos eram os jogadores que passavam de "lainda, lainda!" para "bai p'ra casa, num bales um cuaralho" num ápice.

 

Vi o jogo muito calmamente e nem  nos lances mais perigosos me levantei. Arrepiei-me com as "saídas" do Eduardo, mas nada de especial. Só perdi as estribeiras quando Hugo Almeida, em plena grande área, decide fazer um passe para um adversário sueco o que me fez berrar a plenos pulmões: "Hugo Almeida, és tão marreta! Quem disse que eras jogador, seu anormal?!". Mas foi só. O jogo acabou, viram-se lenços brancos e assobios, e a indiferença tomou conta de mim. Não se pode esperar muito de uma equipa que tem Ronaldo a capitão e sai-se com pérolas como: "se todos fizessem o que eu já fiz, seríamos campeões do Mundo". Pouco modesto o rapaz. E se não tive a vitória da Selecção (e, a este ponto, isso não me interessa), ao menos tive a oportunidade de estar no Estádio do Dragão, algo que muitos benfiquistas não se atrevem a fazer (o mesmo válido para muitos portistas). Ainda assim, não achei o estádio nada especial: muito gelado e parece inacabado com aqueles topos a descoberto. A Luz é muito mais bonita por dentro. Não que isso compense os 20 euros que queimei, mas ao menos não morro burro.

 

Balanço final: em cerca de uma dezena de idas ao futebol, tenho o brilhante saldo de apenas uma vitória e muitos empates e derrotas. Desta forma, vou investir num Dragon S(h)eat e não arredo pé das Antas na próxima época.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:35

O tesão

por Antero, em 09.03.09

Estou teso. Isso mesmo: sem tusto. Que merda. Tudo porque o raio do cheque do mês passado ainda não deu entrada na conta, embora esteja disponível (há vários dias) no muito conveniente "saldo contabilístico". A vontade que tenho é de invadir o banco mais próximo da Caixa Geral de Depósitos, dar uma de Manuel Subtil e não arredar pé até me darem o meu suadinho salário. E fazia isso já amanhã, mas o mais certo seria eles aguentarem-me até ao meio-dia e meia e depois: "Aaahhh, está na hora do almoço!" e, como tenho de trabalhar às 13h, nada feito. Para o almoço há sempre pressa, mesmo que tudo o resto tenha sido feito a passo de caracol.

 

Um gajo vê-se a trabalhar e nunca mais pensa em voltar para o outro lado da barricada, que é como quem diz, pedir dinheiro aos progenitores. Humilhação suprema: andar a pedinchar o irmão, estudante universitário, para café e tabaco. O cabelo já está para ser cortado vai para uma semana, os pés já choram por umas sapatilhas novas, a impressora nova (que devia ter sido eu a pagar, porra!) precisa de papel, mas tudo isto terá de aguardar no "contabilístico".

 

"Banco é Caixa."

 

Vai pró caralho, Scolari!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43

Actualidades #5

por Antero, em 16.09.08

GALP e o preço dos combustíveis

Chulice. Não me ocorre melhor palavra para a atitude da GALP: o preço do petróleo baixa a cada dia, mas baixar os preços tabulados nem pensar. Pelo menos, não imediatamente. Quando subir, podemos esperar um acréscimo logo no dia seguinte. E já inventaram mil e uma desculpas para fugir com o rabo à seringa: são os assaltos aos postos de abastecimento (embora não conste que alguém tenha levado combustível), é o preço do crude que baixa em dólares e não se reflecte no euro (sem comentários...), até queriam aumentar o preço durante a noite por causa da insegurança. E o Governo assobia para o lado.

 

Cultos religiosos

Em tempos de crise, o povo vira-se para qualquer coisa que lhe dê esperança. Isto porque, pelo menos aqui em Espinho, têm-se multiplicado como coelhos as igrejas "alternativas". São já umas cinco ou seis. Todas diferentes, cada uma oferece um perspectiva distinta e uma oportunidade de acabar com os problemas de cada um (dizem eles). O dízimo é que não pode faltar, pois claro. Há uma que acho um piadão: chama-se Lions qualquer coisa e o slogan diz "a Igreja que tem cara de Leão" (devem ser adeptos do Sporting). Meus amigos, com um slogan assim, que vos leva a sério? O pior é que o Cine-Teatro S. Pedro cá da cidade estava parado há muitos anos e, recentemente, foi vendido a uma dessas igrejas. E o caldo entornou, porque esse espaço faz parte do erário público e não pode ser simplesmente vendido a um privado. Agora é ver a Câmara e a Junta a passar a batata quente para apurar responsabilidades, mas que lhes sirva de lição para não deixarem um espaço cultural em boas condições ao abandono. Espinhenses, uni-vos e formai uma comunidade tipo os Amigos do Coliseu (lembram-se?) e ajudai a salvar o Pedrinho das garras de Satanás (ok, exagerei um pouco agora).

 

Liga dos Campeões

Começa hoje a grande competição europeia. Digam o que disserem, a Liga dos Campeões tem outro perfume em relação às restantes competições de clubes (apesar de eu ser mais Taça dos Campeões Europeus). Será que o Sporting vai ajudar à crise do Barcelona? Ou como bons hóspedes, ajudarão a reconciliar os catalães com os adeptos? Será que é desta que Mourinho, novamente com tantos milhões na mão, ganha outra vez a Champions? O Real passará dos oitavos? E Scolari fará alguma coisa de jeito? O Manchester United desilude ou confirma? Será o FC Porto eliminado por outra equipa (muito) menos cotada? Platini continuará a atormentar o FC Porto a cada jogo da Champions? As respostas a partir de hoje até Maio de 2009.

 

Benfica TV

Boa aposta da parte do Benfica de inaugurar o próprio canal com a transmissão em exclusivo da partida da segunda mão com o Nápoles no MEO. Já que a Zon/TV Cabo andou a empatar o mesmo durante meses a fio, que sequem mais um tempinho (e, atenção, que eu tenho Zon). Mas acredito que, a longo prazo, a Zon e o Benfica acabem por chegar a acordo. Eu já tenho onde ver o jogo (ter amigos com MEO dá sempre jeito) e na altura farei a análise do mesmo, bem como do canal e da transmissão em si. Isto se o resultado for bom, senão... faço de conta que esqueci. Nos relvados, Quique Flores não esteve com meias medidas e suspendeu Cardozo dos treinos por falta de empenho. Já lhe chamam conflituoso. Quer dizer, Paulo Bento parece estar de relações cortadas com Vukcevic e Stojkovic e é disciplinador; Jesualdo Ferreira é insultado por Quaresma durante dois anos, mas, cuidado, que ele é disciplinador; Quique exige mais dos seus jogadores e é conflituoso. Há algo que me escapa na imprensa portuguesa...

 

Gotan Project em Portugal

Há dois anos, vieram cá duas vezes e eu não pude ir nenhuma. À terceira é (será?) de vez! Dia 20 de Dezembro, podem marcar aí na agenda, na Praça de Touros do Campo Pequeno. O pior é que só mesmo em Lisboa, desta vez eles não vêm ao Porto. O que me deixa fulo da vida, porque lá terei que me fazer à estrada ou pedinchar guarida aos alfacinhas. Mas desta não passa, raios! Alguém interessado desse lado?

 

Escolaridade obrigatória

Cavaco Silva defende a escolaridade obrigatória até ao 12º ano. O ensino secundário não deve ter mudado muito desde o meu tempo (até pareço velho a escrever uma coisa destas), embora tenha passado por duas ou três reformas... "teóricas", e quer-me parecer que, nas circustâncias actuais, aquilo que Cavaco defende é uma palhaçada. Se tentassem melhorar as condições e os critérios do ensino, assim até se podia pedir um alargamento da vida escolar. Mas enfim, neste Governo do "faz de conta", há algo com que podemos sempre contar: a coerência disfarçada. Qualquer medida tomada tem sempre o objectivo obscuro de mostrar que se reduzem as desigualdades, que se faz um grande esforço em conter o défice, que nas diferentes áreas da sociedade há progresso e que está tudo controlado. Tudo pelas aparências, num verdadeiro chico-espertismo à portuguesa. Umas vezes resulta, outras não.

 

Regresso às aulas

Já não sei o que isso é.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

Actualidades #3

por Antero, em 13.06.08

FC Porto na Liga dos Campeões

Voltou tudo à estaca zero. A Federação conseguiu atrasar o processo e a UEFA quer garantias que a acusação de corrupção ao clube transitou em julgado. Claro que isto não tem muita ciência: se o FC Porto aceitou a penalização dos 6 pontos e se até a própria Liga homologou o campeonato sem esses pontos, só quer dizer que está mais que julgado. Mas esperem, estamos em Portugal, terra dos compadrios, e é a própria Federação que declara ao FC Porto que “pode juntar” o recurso da suspensão de Pinto da Costa à penalização dos pontos. Num país normal, a aceitação da penalização dos 6 pontos invalidaria o recurso da outra acusação, mas neste cantinho à beira-mar, o contrário é bem provável de acontecer. Isto tudo num processo em que os maiores visados nunca se defendem declarando inocência: ou as escutas são ilegais, ou as acusações prescreveram, ou será por outra razão qualquer. Espero que o Benfica (não contem muito com o Guimarães) faça ver à UEFA a podridão que grassa nessas “instituições” e os benefícios que os corruptos assumidos ainda vão tendo. E alguém que me responda à seguinte questão: se Pinto da Costa está suspenso, porque é que o homem não se cala e está sempre a falar como presidente do clube sobre o que se vai passando cá? Tudo bem que ele recorreu da sentença, mas esta não tinha efeitos na hora, mesmo com o recurso?

 

Scolari no Chelsea

O seleccionador nacional vai deixar a equipa das quinas e rumar para terras de sua Majestade. Será que o timing desta notícia foi o melhor? A equipa sairá desestabilizada? Ou, por outro lado, foi uma maneira de retirar pressão sobre os jogadores, na medida em que os meios de comunicação social viram as suas atenções para outro lado? O que eu acho é que até o próprio Scolari foi apanhado de surpresa com o anúncio prematuro e que o Chelsea só o fez para tranquilizar os jogadores e adeptos. A questão que se impõe agora é: haverá vida para lá de Scolari?

 

Marchas populares

Acabo de ver nas notícias que ganhou a freguesia de Marvila. Então, mas Alfama não tinha um contrato de vitória vitalício?

 

Greve dos camionistas

Parece que acabou. O Governo viu-se apertado por todos os lados e parece que a paralisação surtiu efeitos. O direito à greve é algo que não deve ser contestado: se algo está mal, há que reclamar e fazer valer os pontos de vista daqueles que se dizem menosprezados. Mas como Portugal é tudo menos um país decente, este tipo de situações são sempre mal geridas. Assim como deve prevalecer o direito de adesão a uma greve, o oposto também deve ser respeitado. Isto tudo fez-me lembrar as greves dos alunos que ocorriam quando eu era mais novo, em que se trancavam os portões da escola a cadeado e barrava-se o acesso à mesma. E todos ganhavam um dia de folga. Os piquetes foram um absurdo: tentar que outros adiram à nossa causa à força é tudo menos democrático e abre-se uma espiral de violência crescente que acaba por não dar razão a ninguém. Parece que acabou. Isto até o verniz estalar outra vez. Aguardemos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13


Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D