Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Feijão-frade

por Antero, em 19.10.09

Nunca gostei deste legume. Quando era petiz e andava num infantário, certa vez deram-me a comer esta iguaria cozida e tive uma reacção alérgica tão forte que, a partir daí, vomitava sempre que comia tal repasto. Ainda hoje, só o cheiro de feijão-frade cozido é o suficiente para me dar naúseas e fica desde já o aviso para qualquer boa moça que se queira juntar aqui ao je: feijão-frade na mesa é motivo para divórcio sem direito a partilha de bens, pensões e outras compensações.

 

Serve isto para falar de uma banda que repudio há imenso tempo e que agora atingiu o seu ápice: os Black Eyed Peas. Essa praga da indústria discográfica deve ter uma receita mágica para criar música descartável que, por razões desconhecidas, ficam no ouvido e se recusam a sair (os chamados earworms). Razões ainda mais desconhecidas, pelo menos para mim, é a razão do seu sucesso. Os Linkin Park eram uma espécie semelhante, mas agora ninguém lhes liga nenhuma. Os Black Eyed Peas, principalmente desde que a insuportável Fergie juntou-se ao grupo, andam por aí há 6 anos! O prazo de validade deles não se esgota, é constantemente renovado por uma massa de gosto duvidoso ou totalmente alienada pelo que a comunicação social impinge. Quando ouço as batidas de um I Gotta Feeling ou de um Boom Boom Pow apodera-se de mim um desejo incontrolável de enfiar uma Black & Decker tímpano adentro. E as letras, mas o que é aquilo? My Humps? Let's Get It Started? Hey Mama?

 

A malta fala do anúncio do Pingo Doce, mas o verdadeiro sinal do Apocalipse está a uma estação de rádio de distância.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:24


Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Últimos vendidos


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D