Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rapidinhas #4

por Antero, em 21.08.09

Especial Férias de Verão (já parece os Morangos com Açúcar...)

  • Semana de extremos: há uns dias estava sob um calor abrasador de 30 e muitos graus; agora encontro-me na frescura nortenha. Em ambas as ocasiões, fartei-me de refilar.
  • Não cheguei muito 'preto' do Algarve, até porque praticamente não larguei o protector solar. Sou benfiquista, mas nem tanto.
  • Por falar no Benfica... no final da época comento. Estou farto de dissabores. Mas que jogamos muito, isso é inegável!
  • Os meus hábitos de leitura baseiam-se em comics e pouco mais (porém li todos os Harry Potter!), mas fui à Feira do Livro cá do burgo e não pude deixar de comprar uma obra que tentava ler há anos: O Deus das Moscas (Lord of the Flies no original). Uma bela leitura e uma história perturbadora. Vai ter direito a post aqui no blog.
  • Agosto tem sido uma mês péssimo para relações amorosas. Vários casais à minha volta acabaram namoros de longa data e são muitos os arrufos, os amuos e as desculpas. E eu já estou como aquelas pitas da música: "Eu não consigo perceber o que é o amor..." (mas sem os 'yeahs' e 'hã-hãs', entenda-se). Mais alguém desse lado a passar pelo mesmo?
  • Tenho ido bastante ao cinema, mas não tenho escrito muito por aqui. Isto é, tirando umas referências no Twitter e as crónicas semanais para o jornal. Gostava de fazer uma compilação num post futuro, mas acho improvável. Desta forma, resta-me dizer que achei Inimigos Públicos assim-assim, A Idade do Gelo 3 é divertidíssimo, Brüno é mais ou menos, A Proposta é fraquito. Ainda conto ver G.I. Joe - O Ataque dos Cobra e, para a semana, é tempo de Tarantino com Sacanas Sem Lei.
  • Tenho de começar a despachar uma data de séries, mas o tempo disponível é curto. E uma limpeza de alto a baixo ao computador torna-se cada vez mais urgente. Por vezes, 24 horas num dia não chegam (embora o Jack Bauer discorde).
  • Já escrevi isto no post anterior, mas não custa nada repetir: só de pensar que tenho de voltar ao trabalho, dá-me uma coisinha má!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:37

Pragas do mundo moderno #7

por Antero, em 14.02.09

 

Quem me conseguir explicar a relevância deste dia ganha um doce.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:46

Despedida

por Antero, em 06.02.09

Caro Acer Aspire 3000,

 

Escrevo estas palavras com lágrimas nos olhos. É sempre difícil receber uma notícia destas, mas acredita que é tão difícil dá-las como recebe-las. Sendo assim vou directo ao assunto: troquei-te por outro. Porquê? Sou um tipo egoísta; creio que estarei melhor com outra companhia. Mas não leves a mal. O problema não és tu, sou eu. Já não conseguia olhar para o lado e deslumbrar-me com tanto hardware de ponta e depois sentir-me frustrado por te ver a arrastar ao meu lado. E que boa companhia foste tu: três anos e meio não se deitam no lixo assim do nada e acredita que tu mereces alguém melhor do que eu. Alguém mais paciente. Mais carinhoso. Mais prudente. Ainda pensei doar-te a um lar de idosos, mas provavelmente irias sentir-te insultado. Quando eu decidi puxar pelos teus limites e tu hibernaste por 3 meses a fio, não sabes como senti a tua falta. Eu sei que sou um ingrato e de certeza que desejas ardentemente que o meu novo bebé me traga mais problemas que tu alguma vez proporcionaste. Mas, peço-te, não penses assim. O rancor não leva a nada.

 

Saudades? Claro que vou ter. De quando te arrastavas num processo qualquer e me proporcionavas um intervalo inesperado para um café seguido de um cigarro. Vou ter saudades da tua drive para DVD defeituosa que só lia o que queria e quando lhe apetecia. Acima de tudo, foste sempre fiel aos teus princípios. Terei saudades dos constantes riscos no monitor. Do arranque eterno. Do barulho da ventoínha. Das mensagens de erro. Sempre sincero comigo. E para gratificar essa tua sinceridade absoluta, sinto-me na obrigação de ser honesto contigo. Fui infiel. Há muito que pensava noutro. Aliás, escrevo esta missiva já na companhia do Outro, aproveitando o pós-coito depois de horas a instalar programas e a copiar ficheiros. Sim, é aquele que chegou hoje e logo me lançaste um olhar de desespero. Tinhas razão. Tiveste sempre razão. Deve ser duro saber disto, mas tens de ser forte. Hás-de encontrar o parceiro ideal para ti. Eu sei que encontrei.

 

Obrigado pelos bons (e maus) momentos que passámos juntos.

 

Teu para sempre.

 

Antero Eduardo Monteiro

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:26

A ressaca

por Antero, em 17.11.08

Recentemente, reencontrei um conhecido que já não via há anos. Poucos sabiam o que era feito dele nos últimos tempos e, do nada, o rapaz deu sinal de vida. E quando digo sinal de vida, a expressão é mais literal do que possam imaginar: preso a um namoro de longa data que já vinha da adolescência, ele foi-se afastando cada vez mais do mundo, digamos, pré-namoro para embarcar num cruzeiro só deles. Normalmente é assim e não há nada que censurar. Como dizia, sabiamente, outro amigo meu "o que verdadeiramente lixa as amizades são os namoros". Uma relação a dois exige empenho, dedicação e sacrifícios tem de ser feitos, quanto mais não seja para manter os motores do navio a todo o vapor.

 

Só que, para eles, o porto de chegada apareceu cedo e sem aviso e ele, lançado à sua sorte (ela fez a sua), voltou aos convívios de antigamente. Não é a primeira nem tão pouco há-de ser a última vez que isto acontece. Obviamente que ele ainda pensa nela e até se refere a ela de maneira bastante amistosa, embora espera que ela ainda vá bater com a cabeça na parede (entretanto, é ele quem trepa pelas paredes). Os amigos já estão avisados, o Hi5 já respira melhor, o telemóvel ainda guarda algumas lembranças - quanto mais não seja pelo número dela, agora com o sufixo "ex" - o próximo passo será, porventura, o computador carregado de ficheiros (imagens, textos e sabe-se lá que mais) partilhados pelos dois. Não é fácil lidar com a ressaca e, muitas vezes, descamba num desbobinar de insultos, defeitos, situações mal resolvidas e comportamentos menos dignos (o que até nem foi o caso). Discordo que seja boa solução, até porque só acentua a "cegueira" que se apoderou da pessoa, mas se acham que é boa terapia, venham de lá os impropérios e o diabo a quatro. Para compensar um grande amor, só um grande ódio. E lá porque eu estou aqui a criticar esta atitude, nada me garante que eu não venha a fazer o mesmo. Afinal, ninguém é imune à ressaca.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:58

Casamenteiro de serviço

por Antero, em 02.07.08

Hoje, dois grandes amigos meus fazem dois anos de namoro. É uma data também meio que especial para mim, porque fui que os juntei, embora o empurrão final tenha sido dado por outra pessoa, literalmente (private joke, minha gente). E como dedicatória a eles, inauguro neste post o primeiro vídeo do estaminé. Não liguem muito ao vídeo que foi o primeiro que encontrei no YouTube, mas sim a música. Esta belíssima música será tocada no casamento deles, algo a acontecer daqui a muitas eras, claro, que a malta é nova e ainda tem muito que viver. Com vocês e, especialmente, para o casal em questão (eles sabem quem são), At Last na voz de Etta James:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:40


Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D