Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O barulho

por Antero, em 23.06.10

Ontem, enquanto levava uma amiga a casa (ela mora num bairro social), fui surpreendido com os gritos histéricos de uma mulher. Resposta imediata da minha amiga: "Queres assistir ao verdadeiro barulho? Então corre!". A mulher estava a ser agredida em plena rua pelo marido. Junta-se imensa gente não só cá fora, mas também nas janelas. Ao chegarmos, passa por nós um homem a correr que os separa e imobiliza o marido contra um banco de jardim por uns bons dez minutos. A mulher regressa a casa umas portas abaixo, sem parar de berrar impropérios contra o cônjuge. Ela entra em casa e o marido é solto. Se estava bêbado ou drogado, não sei. Sei que estava irado. Virou-se para o homem que acudiu a esposa e disse-lhe que nunca se tinha metido entre ele e a sua "patroa", que ele não tinha nada a ver com o assunto e que aquilo era entre ele próprio e a sua família. Para meu espanto, esta opinião foi compartilhada pelas muitas pessoas que assistiam das janelas e que não se fizeram rogadas em transmitir isso ao (achava eu) salvador daquela mulher indefesa. Para minha total incredulidade, até uma familiar da agredida, talvez mãe ou tia, disse-lhe que não era nada da sua conta. Pouco depois, a multidão dispersou e voltaram todos às suas vidinhas.

 

Consta que metade das mulheres que ali vivem são agredidas (física e verbalmente) por familiares. A minha amiga diz que é normal...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:16

Pragas do mundo moderno #12

por Antero, em 08.06.10

 

 

VUVUZELA

(em pouco tempo, ganhou direito ao Panteão)


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05


Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D