Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Actualidades #7

por Antero, em 13.01.09

Cristiano Ronaldo ganha prémio da FIFA

Aleluia! Não faço esta exclamação porque finalmente reconheceram o mérito do rapaz, mas sim porque a partir de agora poderá acabar o lobby intenso do próprio, da família do mesmo e da histérica comunicação social que queria à força toda reconhecer o seu minino, que ao serviço da Selecção Nacional não fez nada por aí além, sendo até constrangedor em alguns momentos. Como se esperava, depois das 20h de ontem, os canais foram inundados de declarações da saloia família (se a vida de Ronaldo fosse uma série, seria Entourage de certeza, mas em que ele só estaria rodeado de Turtles), de imagens de arquivo (acho que vi os golos ao Moreirense pelo Sporting umas 10 vezes em meia-hora; ele não fez mais nada de relevante por cá) e as congratulações da praxe. Claro que isto não acabou por ontem: nos próximos dias, devemos ter mil e uma reportagens a passar na televisão, jornais e revistas vão fazer capa e contar a história do moçoilo e o povo vai consumir isso tudo avidamente. E agora já posso ver futebol em paz?

 

Vaga de frio

Portugal Continental tem sido afectado por uma frente polar que mantido as temperaturas (muito) baixas e que até fez nevar em locais impensáveis. Obviamente que Espinho, numa completa inversão do que é normal, não viu neve. Só chuva. Gelada. Mas neve não. No Porto nevou, em Oliveira do Douro, Sandim e Gaia também, mas em Espinho nada. Em São João da Madeira também se viu neve, mas em Espinho só pela televisão. Tal como acontece imensas vezes no Verão, quando Espinho está rodeada de terras onde faz sol e o calor é uma constante e aqui está nevoeiro e o frio do costume, a minha cidade é a negação de todas as previsões meteorológicas. O aquecimento global só pode ter começado aqui. Porém, não pensem que aqui está calorzinho; está muito, muito frio. Mas lá que deve ser das mais quentinhas da zona Norte, lá isso deve.

 

Conflito Israel - Palestina

Ano após ano, esta história vai, invariavelmente, parar no mesmo. A postura das Nações Unidas de "deixa andar" faz com que este conflito se arraste há décadas e não se vislumbra resolução. Tudo porque ninguém se deve meter e o caso de Jerusálem e da Faixa de Gaza devem ser resolvidos entre ambos os povos. Ou seja, as comadres que se entendam. É compreensível: tomar uma posição de força para além do óbvio "condenamento das acções militares e terroristas" seria o admitir de um erro da ONU que tem décadas, ou seja, o mau planeamento e a péssima gestão da questão de Israel e das tensões no Médio-Oriente ao longo destes anos todos, principalmente quando o Governo israelita se recusou a cumprir todas as resoluções aprovadas pela ONU de retirada e da manutenção dos refugiados. É que nenhum dos lados irá ceder, porque um quarto do Mundo apoia Israel, outro quarto apoia a Palestina e a outra metade já tem problemas que chegue para se preocupar.

 

Arbitragens

Acho inacreditável o que se tem passado depois do jogo de Domingo entre o Benfica e o Sp. Braga. Até parece que o Benfica nem tinha sido prejudicado em bastantes jogos anteriores do campeonato. Mas sobre isso ninguém comenta: as vozes, que dantes condenavam que o imenso falatório sobre as arbitragens (como, por exemplo, a desse vendido que dá pelo nome de Jesualdo Ferreira) foram as primeiras a levantarem-se contra a actuação de Paulo Baptista. E é nojenta a atitude do responsáveis do Sp. Braga, qual lacaios de ocasião, como é a atitude do Sporting em só se fazer ouvir quando o Benfica é beneficiado. Onde andou esta gente nos últimos anos? Porquê tanta submissão ao FC Porto? É pelo Postiga? Jorge Jesus é outro que entrou na minha lista negra: sempre foi um cromo de primeira, mas, na época passada, o seu Belenenses foi empatar 1-1 ao Dragão com Postiga (olha ele outra vez) a marcar o golo do FC Porto em nítido fora-de-jogo junto ao árbitro assistente. Comentário de Jesus: "resultado justo". E depois vêm os portistas e o lagartos (embora isto não lhes diga respeito), com toda a moral lata do Mundo, reclamar que o Benfica é sempre beneficiado. Eu ainda acho que a arbitragem do jogo de Domingo foi para enganar. Daqui para a frente o Benfica, jogando bem ou mal, deverá ser ainda mais prejudicado. Mas isto sou eu a prever. Dito isto, convém referir que o Benfica fez um péssimo jogo contra o Sp. Braga e que estes mereciam, no mínimo, o empate. Mas em vez de ser uma vitória sofrida - o que nunca me deixa entusiasmado - tornou-se uma vitória sem mérito devido à actuação lastimável do árbitro. E eu odeio ganhar assim. O meu Benfica não precisa disto. Ao contrário de outros.

 

Golden Globes

Slumdog Millionaire e Vicky Cristina Barcelona foram eleitos como os melhores filmes de 2008 para a Imprensa Estrangeira em Hollywood. Não vi nenhum dos dois, embora alguns dos nomeados já estejam em fila de espera para os assistir. Mas o melhor foi ver a consagração absoluta de Kate Winslet (a minha actriz favorita no momento), de Mickey Rourke, Colin Farrell (a representar esse grande filme que éEm Bruges) e, como não podia deixar de ser, Heath Ledger que anda a papar tudo que é prémio com o seu Joker d'O Cavaleiro das Trevas. Uma pena queWALL•Etenha sido remetido ao estigma de "filme de animação", porque este filme merece todos os prémios e mais alguns. Quanto às séries, o previsível: 30 Rock a engolir tudo desde série (Entourage merecia mais), actor e actriz eMad Mena levar de vencida mais uma vez na categoria drama. Não havia LOST para torcer, mas Dexter já merece o prémio há muito, principalmente Michael C. Hall, a alma da série. Ainda assim, fiquei com saliva na boca para começar a ver In Treatment com o premiado Gabriel Byrne. Ah! Vamos agradecer aos Céus o facto de Clint Eastwood não ter ganho com a sua ridícula canção de Gran Torino, mas só a nomeação é uma facada bem funda na credibilidade do Golden Globe.

 

Bush passa testemunho a Obama

Este sim, um verdadeiro ALELUIA! de "vai e não voltes mais".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Actualidades #6

por Antero, em 05.11.08

Barack Obama é eleito presidente dos EUA

Como se previa há largos meses e de acordo com a vontade mundial, Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos da América. De nada serviu a agressividade dos republicanos: Bush deixou uma marca negativa tão forte que é altura de ruptura e Obama liderou a campanha de forma irrepreensível. Ele tem aquele carisma dos grandes líderes, capaz de movimentar as massas, principalmente das "minorias" que foram às urnas em grande número. Que tenha toda a sorte do Mundo e seja o mais sensato possível, uma vez que deve haver muito norte-americano conservador capaz de lhe mandar um balázio certeiro. Com o historial dos EUA nestas situações, estes temores são mais que fundados. Mas a altura é de festa e esperança que melhores tempos virão.

 

Liga dos Campeões

O Sporting assegurou ontem a passagem aos oitavos-de-final da competição apesar de não jogar uma beata. Ao contrário dos azares de outras épocas, convém admitir que este grupo é muito fraco e as declarações do corpo técnico do Sporting são ridículas: vir o presidente dizer que foi "uma chapada de luva branca a muita gente" depois de semanas a suplicar apoio dos adeptos denota uma falta de sensatez gritante. Como se esta vitória fosse apagar os casos de balneário, a visão técnica limitada de Paulo Bento (se bem que lhe dou o mérito de vitórias com plantéis de bradar aos céus) e do fosso entre os adeptos e a equipa. De qualquer das formas, parabéns ao Sporting Lisbon (hehehehe). Hoje, o FC Porto entra em acção e a conjectura não podia ser pior, embora os portistas tenham o hábito de superar-se quando estão sob pressão. O plantel está muitos furos abaixo dos anos anteriores e agora começam a emergir os defeitos de Jesualdo Ferreira como treinador. Claro que com uma SAD que ganha balúrdios em comissões de compra (!) de jogadores e que chupa o dinheiro todo em prémios de vitórias, cujas percentagens são escandalosas. Mas aí cabe aos sócios do clube reclamarem. No futebol jogado, Rodriguez ainda não fez nada para merecer o vencimento, Lisandro anda sem pontaria, Lucho e Raul Meireles estão cansados (será das noitadas?), Bruno Alves continua a ter carta branca para dar porrada a tudo e todos e Hulk joga como se estivesse no PES, naquele modo em que o jogador tem de mostrar os seus atributos. No fim, uma boa notícia: parece que Pelé já descobriu o caminho da Ribeira para o Dragão e assim escusa de andar desaparecido na noite portuense.

 

Magalhães

É vergonhoso que o Governo se vanglorie de um computador para as escolas e estas ainda continuam à espera dos mesmos. Parece que o Governo quer que as Câmaras financiem a distribuição e estas, completamente falidas, não estão muito para aí viradas. Pior ainda é ver Sócrates a enterrar-se em grande ao afirmar que o Magalhães é tão bom que todos os seus ministros o utilizam, o que atestou aquilo que muitos desconfiavam: aquela gente tem idade mental de 10 anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42

Actualidades #5

por Antero, em 16.09.08

GALP e o preço dos combustíveis

Chulice. Não me ocorre melhor palavra para a atitude da GALP: o preço do petróleo baixa a cada dia, mas baixar os preços tabulados nem pensar. Pelo menos, não imediatamente. Quando subir, podemos esperar um acréscimo logo no dia seguinte. E já inventaram mil e uma desculpas para fugir com o rabo à seringa: são os assaltos aos postos de abastecimento (embora não conste que alguém tenha levado combustível), é o preço do crude que baixa em dólares e não se reflecte no euro (sem comentários...), até queriam aumentar o preço durante a noite por causa da insegurança. E o Governo assobia para o lado.

 

Cultos religiosos

Em tempos de crise, o povo vira-se para qualquer coisa que lhe dê esperança. Isto porque, pelo menos aqui em Espinho, têm-se multiplicado como coelhos as igrejas "alternativas". São já umas cinco ou seis. Todas diferentes, cada uma oferece um perspectiva distinta e uma oportunidade de acabar com os problemas de cada um (dizem eles). O dízimo é que não pode faltar, pois claro. Há uma que acho um piadão: chama-se Lions qualquer coisa e o slogan diz "a Igreja que tem cara de Leão" (devem ser adeptos do Sporting). Meus amigos, com um slogan assim, que vos leva a sério? O pior é que o Cine-Teatro S. Pedro cá da cidade estava parado há muitos anos e, recentemente, foi vendido a uma dessas igrejas. E o caldo entornou, porque esse espaço faz parte do erário público e não pode ser simplesmente vendido a um privado. Agora é ver a Câmara e a Junta a passar a batata quente para apurar responsabilidades, mas que lhes sirva de lição para não deixarem um espaço cultural em boas condições ao abandono. Espinhenses, uni-vos e formai uma comunidade tipo os Amigos do Coliseu (lembram-se?) e ajudai a salvar o Pedrinho das garras de Satanás (ok, exagerei um pouco agora).

 

Liga dos Campeões

Começa hoje a grande competição europeia. Digam o que disserem, a Liga dos Campeões tem outro perfume em relação às restantes competições de clubes (apesar de eu ser mais Taça dos Campeões Europeus). Será que o Sporting vai ajudar à crise do Barcelona? Ou como bons hóspedes, ajudarão a reconciliar os catalães com os adeptos? Será que é desta que Mourinho, novamente com tantos milhões na mão, ganha outra vez a Champions? O Real passará dos oitavos? E Scolari fará alguma coisa de jeito? O Manchester United desilude ou confirma? Será o FC Porto eliminado por outra equipa (muito) menos cotada? Platini continuará a atormentar o FC Porto a cada jogo da Champions? As respostas a partir de hoje até Maio de 2009.

 

Benfica TV

Boa aposta da parte do Benfica de inaugurar o próprio canal com a transmissão em exclusivo da partida da segunda mão com o Nápoles no MEO. Já que a Zon/TV Cabo andou a empatar o mesmo durante meses a fio, que sequem mais um tempinho (e, atenção, que eu tenho Zon). Mas acredito que, a longo prazo, a Zon e o Benfica acabem por chegar a acordo. Eu já tenho onde ver o jogo (ter amigos com MEO dá sempre jeito) e na altura farei a análise do mesmo, bem como do canal e da transmissão em si. Isto se o resultado for bom, senão... faço de conta que esqueci. Nos relvados, Quique Flores não esteve com meias medidas e suspendeu Cardozo dos treinos por falta de empenho. Já lhe chamam conflituoso. Quer dizer, Paulo Bento parece estar de relações cortadas com Vukcevic e Stojkovic e é disciplinador; Jesualdo Ferreira é insultado por Quaresma durante dois anos, mas, cuidado, que ele é disciplinador; Quique exige mais dos seus jogadores e é conflituoso. Há algo que me escapa na imprensa portuguesa...

 

Gotan Project em Portugal

Há dois anos, vieram cá duas vezes e eu não pude ir nenhuma. À terceira é (será?) de vez! Dia 20 de Dezembro, podem marcar aí na agenda, na Praça de Touros do Campo Pequeno. O pior é que só mesmo em Lisboa, desta vez eles não vêm ao Porto. O que me deixa fulo da vida, porque lá terei que me fazer à estrada ou pedinchar guarida aos alfacinhas. Mas desta não passa, raios! Alguém interessado desse lado?

 

Escolaridade obrigatória

Cavaco Silva defende a escolaridade obrigatória até ao 12º ano. O ensino secundário não deve ter mudado muito desde o meu tempo (até pareço velho a escrever uma coisa destas), embora tenha passado por duas ou três reformas... "teóricas", e quer-me parecer que, nas circustâncias actuais, aquilo que Cavaco defende é uma palhaçada. Se tentassem melhorar as condições e os critérios do ensino, assim até se podia pedir um alargamento da vida escolar. Mas enfim, neste Governo do "faz de conta", há algo com que podemos sempre contar: a coerência disfarçada. Qualquer medida tomada tem sempre o objectivo obscuro de mostrar que se reduzem as desigualdades, que se faz um grande esforço em conter o défice, que nas diferentes áreas da sociedade há progresso e que está tudo controlado. Tudo pelas aparências, num verdadeiro chico-espertismo à portuguesa. Umas vezes resulta, outras não.

 

Regresso às aulas

Já não sei o que isso é.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

Actualidades #4

por Antero, em 17.08.08

Sporting vence a Supertaça

No jogo das comadres, ganhou o Sporting que comeu o FC Porto de... cebolada (não resisti). Yannick Djaló foi o herói do jogo ao marcar os dois golos da vitória, sendo que os azuis ainda mandaram uma bola ao poste e falharam um penalti, porcamente executado por Lucho. E para aqueles que falam que Bruno Alves é apenas duro, vejam bem a entrada sobre o Derlei, que nem amarelo levou (se bem que Caneira também devia levar um sobre uma entrada nos tintins de Rodriguez... mal empregue a falta de força!). Entra o Sporting com o pé direito na época 2008/2009, o que é bom, pois assim ficam todos inchados e perdem o gás rapidamente (como acontece quase sempre). Cheira-me que este ano o FC Porto vai ter de suar muito para vencer (e convencer, já agora) alguma coisa. Jesualdo Ferreira deve entrar em paranóia sempre que joga com o Sporting, tantas são as invenções que opera no onze titular. Bem, pior seria se perdessem a taça com dois golos do Tiuí... Já agora, Pinto da Costa não está suspenso? Que fazia ele na tribuna do estádio? Será que o dinheiro do envelope do árbitro era pouco e toca a angariar mais algum?

 

Benfica perde nas grandes penalidades com Inter de Milão

Bom jogo de ambas as partes, sendo que a equipa titular do Benfica mostra progressos notáveis nestas últimas semanas. A diferença é abissal para os anos anteriores. Pudera, sem Nuno Assis (esse ingrato), Luis Filipe e quejandos, a equipa até parece respirar melhor. Só falta despachar o Edcarlos e já me dou por satisfeito. Embora não concorde com as condições do empréstimo de Freddy Adu, creio que Quique Flores e Rui Costa estão a fazer um bom trabalho. E Urretavizcaya é um achado!

 

Criminalidade em Portugal

O assalto à dependência do BES em Campolide, que resultou numa situação de sequestro, trouxe à baila os temas do aumento da criminalidade, do comportamento dos media, da questão da imigração e da actuação das forças policiais. Quanto a esta última, já se ouviram vozes a criticar a acção policial, o que me deixa impressionado. Devem achar que as forças policiais atiraram logo a matar mal chegaram, não? Elas só recorreram à força quando verificaram que todas as saídas possíveis sem causar danos maiores estavam esgotadas. Será que é tão difícil de entender? Fizeram o seu melhor dadas as circunstâncias e isso é de louvar. E, no estado actual, só um louco pode achar que palavras e atitudes passivas podem diminuir a criminalidade. Quanto à comunicação social, sinceramente, já vi posturas bem piores da parte deles (como por exemplo, na queda da ponte de Entre-os-Rios).

 

Conflito na Geórgia

O comportamento da Rússia em apoiar o movimento separatista de Abecásia e Ossétia do Sul e, com isso, invadir a Geórgia é totalmente condenável, mas a atitude dos Estados Unidos em vir criticá-los na pessoa da Condoleezza Rice (esse demónio de saias) é absurda e reveladora da hipocrisia e arrogância da administração Bush. Fosse uma zona recheada de petróleo, era ver norte-americanos e russos em jantares regados a muita vodka, com a União Europeia cabisbaixa, sussurrando: isto não está certo...

 

Jogos Olímpicos: Pequim 2008

Não sou grande fã dos Jogos Olímpicos, acho a maioria das modalidades secantes e o pequeno interesse que poderia haver pelas provas dos atletas portugueses vai diminuindo na proporção inversa das derrotas dos mesmos. Também, quem os mandou prometer mundos e fundos, como por exemplo Obikwelu com o seu discurso de "eu quero a medalha de ouro, que a de prata já eu tenho!"? Humildade nunca fez mal a ninguém, certo? Porém, tenho de admitir que fiquei arrebatado pela brilhante cerimónia de abertura. Que coisa magnífica, genial e uma prova ao mundo da capacidade organizacional sem paralelo dos chineses. Só por isso, já valeu a pena.

 

Guimarães na Liga dos Campeões

Há sempre um respeito especial pelas equipas ditas pequenas na Europa. Nestes casos, gosto de apoiar estes piquenos (Braga, Setúbal, Belenenses, Sporting...) que tentam fazer um brilharete nas competições europeias. No entanto, não consigo perceber a necessidade do Vitória de Guimarães ir à Champions. Para quê? Se estamos assim tão necessitados de pontos no ranking, mais vale irem para a Taça UEFA, uma vez que, passando à fase de grupos da prova máxima, iam conseguir o quê? Um ou dois empates? Se nem a um Basileia conseguem marcar um golito que seja, o que se pode esperar para mais tarde? (ok, foram roubados em dois penaltis, mas fora isso que mais fez a equipa para ganhar o jogo?) Bem sei que o momento é histórico para o clube e que o dinheiro amealhado muito bem lhes faria, mas como adepto objectivo, não consigo visualizar o clube a defender/humilhar/dignificar (riscar o que não interessa) Portugal na Liga dos Campeões. O melhor é não se entusiasmarem muito senão ainda descem outra vez de divisão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:53

Actualidades #3

por Antero, em 13.06.08

FC Porto na Liga dos Campeões

Voltou tudo à estaca zero. A Federação conseguiu atrasar o processo e a UEFA quer garantias que a acusação de corrupção ao clube transitou em julgado. Claro que isto não tem muita ciência: se o FC Porto aceitou a penalização dos 6 pontos e se até a própria Liga homologou o campeonato sem esses pontos, só quer dizer que está mais que julgado. Mas esperem, estamos em Portugal, terra dos compadrios, e é a própria Federação que declara ao FC Porto que “pode juntar” o recurso da suspensão de Pinto da Costa à penalização dos pontos. Num país normal, a aceitação da penalização dos 6 pontos invalidaria o recurso da outra acusação, mas neste cantinho à beira-mar, o contrário é bem provável de acontecer. Isto tudo num processo em que os maiores visados nunca se defendem declarando inocência: ou as escutas são ilegais, ou as acusações prescreveram, ou será por outra razão qualquer. Espero que o Benfica (não contem muito com o Guimarães) faça ver à UEFA a podridão que grassa nessas “instituições” e os benefícios que os corruptos assumidos ainda vão tendo. E alguém que me responda à seguinte questão: se Pinto da Costa está suspenso, porque é que o homem não se cala e está sempre a falar como presidente do clube sobre o que se vai passando cá? Tudo bem que ele recorreu da sentença, mas esta não tinha efeitos na hora, mesmo com o recurso?

 

Scolari no Chelsea

O seleccionador nacional vai deixar a equipa das quinas e rumar para terras de sua Majestade. Será que o timing desta notícia foi o melhor? A equipa sairá desestabilizada? Ou, por outro lado, foi uma maneira de retirar pressão sobre os jogadores, na medida em que os meios de comunicação social viram as suas atenções para outro lado? O que eu acho é que até o próprio Scolari foi apanhado de surpresa com o anúncio prematuro e que o Chelsea só o fez para tranquilizar os jogadores e adeptos. A questão que se impõe agora é: haverá vida para lá de Scolari?

 

Marchas populares

Acabo de ver nas notícias que ganhou a freguesia de Marvila. Então, mas Alfama não tinha um contrato de vitória vitalício?

 

Greve dos camionistas

Parece que acabou. O Governo viu-se apertado por todos os lados e parece que a paralisação surtiu efeitos. O direito à greve é algo que não deve ser contestado: se algo está mal, há que reclamar e fazer valer os pontos de vista daqueles que se dizem menosprezados. Mas como Portugal é tudo menos um país decente, este tipo de situações são sempre mal geridas. Assim como deve prevalecer o direito de adesão a uma greve, o oposto também deve ser respeitado. Isto tudo fez-me lembrar as greves dos alunos que ocorriam quando eu era mais novo, em que se trancavam os portões da escola a cadeado e barrava-se o acesso à mesma. E todos ganhavam um dia de folga. Os piquetes foram um absurdo: tentar que outros adiram à nossa causa à força é tudo menos democrático e abre-se uma espiral de violência crescente que acaba por não dar razão a ninguém. Parece que acabou. Isto até o verniz estalar outra vez. Aguardemos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13

Actualidades #2

por Antero, em 26.05.08

Combustíveis

Há uns anos, o povo português suplicava ao Governo que liberalizasse os preços dos combustíveis, acreditando na ideia que a existência de várias opções faria com que os preços baixassem. Hoje, sabemos que não é bem assim: basta a gasolineira-mor subir um cêntimo que seja para as restantes seguirem-lhe as pisadas, levando o povão ao desespero. Agora, pede-se ao Governo que baixe o imposto para atenuar a subida do preço do crude. Moral da história: tuga que é tuga, nunca está satisfeito!
 
Selecção Nacional (outra vez…)
Ainda nem uma semana passou desde a final da Liga dos Campeões, dita por finalizar a época a nível de clubes, e já não posso com a Selecção de todos nóis. Já não bastassem os anúncios de toda e qualquer marca anunciada como “patrocinador oficial” ou, para quem não conseguiu tão nobre distinção, “[inserir nome da marca] apoia a Selecção de Portugal!”, os directos de Fontelos que não acrescentam rigorosamente nada ao dia-a-dia futebolístico, passando até por analisar os dias de folga dos jogadores, agora temos uma parafernália de programas diários de “apoio” à Selecção, dos nossos “heróis” e das nossas cores. Junta-se a isto a colaboração no “apoio” de personalidades como Roberto Leal, Tony Carreira e Ronalda, também conhecida como aquela-cujo-nome-é-para-homenagear-o-irmão-e-não-para-tirar-dividendos e temos a receita para vários momentos constrangedores. Mas o mais inacreditável é haver portugueses que se queixam por não haver bilhetes para os treinos da Selecção! Que se lixem os combustíveis, o sistema de saúde, as falhas do ensino, a corrupção e as remunerações abaixo de cão! A falta de bilhetes sim, é um ultraje! E ainda por cima vamos ter aturar o Euro nos delírios audiovisuais da TVI (principalmente, áudio), o que é péssimo presságio para a equipa: das duas vezes em que a estação conseguiu o exclusivo dos jogos da Selecção – europeus de sub-21 – Portugal amargou em prestações miseráveis.
 
Quique Flores
É o novo treinador do Benfica e, até prova em contrário, é o melhor treinador do Mundo! Estou a exagerar, obviamente: não sou daqueles benfiquistas que acha que se deve apoiar incansavelmente treinador, jogadores e direcção, tanto mais que num clube que se diz democrático mesmo antes do Estado Novo, cada um deve ter direito à indignação, desde que seja feita no tempo certo e educadamente (termos desconhecidos lá para os lados das Antas). Não me desagrada a sua escolha, embora digam que o seu estilo seja muito Trappatoni, ou seja, coração nas mãos todos os jogos, mas o Benfica precisa mais de resultados do que de jogar bem. Dou-lhe o benefício da dúvida.
 
Festival da Canção
Pela primeira vez, em muitos anos, acompanhei a gala da Eurovisão, tanto a semifinal como a final. Claro que não a segui atentamente, tanto mais que nem sequer assisti à prestação de Portugal (em ambas as ocasiões), mas segui cuidadosamente a atribuição dos pontos. Foi uma alegria: países vizinhos a darem pontuações altas entre si, o que era mais notório nos países de Leste, embora os “latinos” não tenham fugido à regra. O mais engraçado foi que Portugal atribuiu os pontos mesmo à maneira de não baixar no ranking (estava em 10º ou 11º na altura) e a pontuação máxima foi atribuída à Ucrânia, como forma de agradecimento pelos serviços prestados na elevação de tantas edificações arquitectónicas. Não há chico espertismo como o português! Na minha opinião, cada um devia era votar no país que se encontra na presidência da União Europeia no momento, de forma a garantir, não oficiosamente, mais subsídios comunitários. Já que qualidade não é critério de avaliação…
 
Mau tempo
Final de Maio, Verão aí à porta e continua o mau tempo. Eu diria que a culpa é de Al Gore e seus seguidores: se não tivessem alertado para os problemas ambientais do planeta, a gente até cagava d’alto e pensava que era mais um ano atípico.
 
Cinema
Depois de ver (e de me desiludir) com Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, começo a temer pelo Verão cinematográfico, que jurei a pés juntos que seria bem melhor que o anterior. O que vale é que os seguintes filmes não deverão desiludir:
  • O Cavaleiro das Trevas: sequela de Batman: O Início;
  • Wall•E: novo filme da Pixar que sucede à obra-prima Ratatouille cujo enredo promete;
  • The Happening: novo filme de M. Night Shyamalan que, depois do pavoroso A Senhora da Água, volta aos filmes de suspense e tensão que lhe deu fama.
Se, porventura, dois destes três falharem (partindo do princípio que nenhum os substituirá em matéria de resultados), poderemos considerar um Verão desastroso e bem pior que o anterior.
 
Estágio
Uma frase para o classificar: agora que o curso estava a ficar bom, acaba. Apenas isto.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25

Actualidades #1

por Antero, em 16.05.08

Acordo ortográfico

Respeito qualquer alteração que queriam fazer ao nosso idioma, tanto na escrita como na oralidade, mas já se sabe que a população é avessa a grandes mudanças. Hoje em dia, custa-nos perceber que antigamente se escrevia “pharmácia” e que tal foi alterado e, actualmente, estamos na mesma posição em que os lusófonos estiveram na altura dessas modificações. Porém, as razões por detrás do novo acordo não fazem grande sentido. E enquanto o meu Word não detectar erros continuarei a escrever na forma antiga.

 

FC Porto e Liga dos Campeões

Podem chamar o Benfica de queixinhas, mas este só está a salvaguardar os seus interesses. E sim, o FC Porto poderá estar em maus lençóis com esta questão. Porém, o regulamento não é claro quanto à prova de culpa de corrupção como critério de admissão na Champions e é por aí que neste caso se vai chutar para canto (como em tantas outras ocasiões) e a UEFA lá irá admiti-los. Não me julguem mal: acredito que a ida à do Benfica à Taça UEFA seria um belo “castigo” pela miserável época que fizeram e, desta foram, poderiam fazer um planeamento correcto e uma pré-epoca nas calmas, sem apressar as coisas a tempo da pré-eliminatória, sem falar no facto que o FC Porto, sem competições europeias, ficaria com o campeonato à mercê. Mas lá que dava um gozo vê-los fora da Europa, lá isso dava!

 

Benfica

Rui Costa começou bem na secretaria: sereno e com muito à vontade, anunciou a renovação de contracto com Léo e que a procura do novo treinador está a chegar ao fim. Fala-se de Quique Flores, que não me desagradaria de todo, embora Peseiro não fosse mal pensado, mas só com um adjunto raçudo capaz de impor a ordem que o Zézinho não consegue. Já agora, parabéns à equipa de andebol e, principalmente, a Aleksander Donner que, há um mês, soube que ia ser dispensado. Já ouvi dizer que o homem tem mau feitio e não se dá bem com as hierarquias do clube, por isso, abstenho-me de comentar este assunto.

 

Selecção Nacional

Agora que vem aí o Euro e a temporada de glorificação da equipa das quinas, convém atentar na convocatória de Scolari. Normalmente, não ligo muito a Selecção, por variadas razões: nem sempre jogam, nem sempre jogam bem e nem sempre jogam os melhores. Acho que é da opinião de todos que a equipa actual é mais fraca que a do Mundial 2006 e do Euro 2004, certo? Então porque Scolari insiste em convocar jogadores fora de forma ou descartáveis como Petit, Hélder Postiga ou Jorge Ribeiro? Considero que Maniche pouco ou nada ia fazer, mas e o Caneira? E como sabemos que o homem é pouco versátil e gosta de preservar o seu núcleo, lá teremos de ver o Ricardo na baliza quando Quim merecia mais (nem que fosse nos amigáveis). Porém, a teimosia de Scolari tem dado resultados positivos, por isso no final do Europeu cá estaremos para desancar no sujeito ou aplaudir as suas escolhas (eu cá aposto mais na primeira hipótese).

 

Desperate Housewives

Acaba este Domingo, com um episódio duplo, a quarta temporada das donas de casa mais famosas do mundo. Os episódios pós-greve de argumentistas foram muito sem sal, mas o desta semana foi excelente e serve como grande aperitivo para o encerramento. Ah! Uma palavra de apreço para Dana Delaney e a sua Catherine Mayfair. De longe, a melhor surpresa desta temporada e bendito seja quem se lembrou da actriz para a interpretar.

 

LOST

Hoje não aguentei e vi o antepenúltimo episódio da quarta temporada em pleno estágio! Pronto, a partir de agora podem dizer o que quiserem do meu estágio, mas é que esta semana os patrões estão fora, então tem sido a anarquia total. O episódio, o primeiro do de três partes que compõem o final, é muito bom e deixa-nos na angústia de esperar mais duas semanas para ver os que faltam (para a semana não há, porque vai ser exibido o final de Grey’s Anatomy, com duas horas de duração). Digam o que disserem, esta quarta temporada está a arrebentar, dando-nos várias respostas e abrindo caminho para novos mistérios, que é, no fundo, o que a série tem de melhor.

 

Sócrates e o tabaco

O Primeiro-Ministro foi apanhado a fumar num voo charter e caiu o Carmo e a Trindade. Obviamente que se tratando de uma lei que o próprio aprovou, ele deveria dar o exemplo. Mas tenham pena do homem que, se calhar, pensou que estava num casino ou que, por se encontrar a milhares de metros de altitude, a lei não estivesse em vigor. Além do mais, com o que ele tem de aturar no Parlamento, isto só lá vai com muitos cigarrinhos…

 

Os Contemporâneos

Perdi os dois primeiros programas porque o futebol era transmitido à mesma hora e, quanto a isso, nada a fazer. No entanto, admito que estava muito curioso com a estreia do mesmo e tinha expectativa de que poderia ter bons momentos de humor que tanta falta fazem na televisão portuguesa e fazer com que eu parasse à frente do televisor a um Domingo à noite. Vai daí, assisti aos dois episódios na net, via YouTube e sítio oficial. O programa, quando muito, consegue ser mediano. Os sketches são muito irregulares, alguns com piada e muitos com falta de ritmo, Bruno Nogueira a mais e Nuno Lopes a menos e, acima de tudo, uma gritante falta de inspiração, que se comprova pelas situações non-sense que remetem o espectador para o programa dos Gato Fedorento, que era transmitido no mesmo horário. E depois não querem comparações… Porém, creio que o programa pode crescer bastante, há é que trabalhar muito e não desmotivar.

 

Dragon Ball: O Filme

É verdade, vem aí o filme baseado no anime que fez furor em Portugal e no resto do Mundo. Até ia fazer umas considerações sobre a ideia de fazer uma película baseado nas histórias de Son Goku e companhia, mas acho que a imagem abaixo fala por mim…

 

 

AHAHAHAHAHAHAHAH!!!!

Este filme vai ser tão podre e tão trash que eu vou estar lá no cinema para o ver! Afinal, quem vai ver o Corrupção ao cinema (e no dia de estreia!) sujeita-se a qualquer coisa, não é mesmo?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:06


Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D