Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Reparei com um certo espanto no outro dia que a atualização do Service Pack 3 para o Office 2007 inclua os ajustes para o novo e tão contestado Acordo Ortográfico. E não há volta a dar, visto que apenas o Office 2010 permite a escolha entre escrita pré e pós Acordo. Do nada, "actores" perdem o "c", "óptimo" fica debilitado do "p", "mandachuva" fica juntinho e aconchegado e as estações do ano e os dias da semana passam a ser escritos com minúsculas. Por outro lado, o corretor ortográfico ainda não reconhece a alteração em "Egipto", embora aceite "Egito", nem tampouco aceita o renovado "hei de" (sem hífen e sem cabimento) como forma correta em relação a "hei-de".

 

Já aqui falei do Acordo e expressei a minha compreensão para com a oposição ao mesmo: o povo é avesso à mudança, ainda mais em aspectos tão entranhados no nosso dia a dia. No entanto, convém perceber do que falamos quando atacamos o Acordo e este documentoaquielucida bastante sobre as alterações promovidas que, a bem dizer, não são assim tão profundas e - atrevo-me a afirmar - até fazem algum sentido (tirando, claro, o berbicacho que será a forma verbal de "haver"). Ninguém será proibido ou castigado por escrever como aprendeu, mas, com a institucionalização do novo Acordo, há que perceber que o que escrevemos agora poderá ser um erro gramatical no futuro.

 

Assim, vejo-me na desconfortável posição de ter um semi-Acordo instalado no computador graças ao amigo Bill Gates e como sou um snobe de primeira e um Maria-vai-com-as-outras (será que ainda tem hífenes?), passarei a usar o novo Acordo Ortográfico daqui em diante não através da defeituosa atualização do Office, mas sim através de um utilíssimoconversorda Priberam. E não adianta olhar com essa cara. A mudança está aqui e eu vou abraçá-la!

 

Obviamente este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.


publicado às 23:42

Pág. 2/2



Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D