Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reparei com um certo espanto no outro dia que a atualização do Service Pack 3 para o Office 2007 inclua os ajustes para o novo e tão contestado Acordo Ortográfico. E não há volta a dar, visto que apenas o Office 2010 permite a escolha entre escrita pré e pós Acordo. Do nada, "actores" perdem o "c", "óptimo" fica debilitado do "p", "mandachuva" fica juntinho e aconchegado e as estações do ano e os dias da semana passam a ser escritos com minúsculas. Por outro lado, o corretor ortográfico ainda não reconhece a alteração em "Egipto", embora aceite "Egito", nem tampouco aceita o renovado "hei de" (sem hífen e sem cabimento) como forma correta em relação a "hei-de".

 

Já aqui falei do Acordo e expressei a minha compreensão para com a oposição ao mesmo: o povo é avesso à mudança, ainda mais em aspectos tão entranhados no nosso dia a dia. No entanto, convém perceber do que falamos quando atacamos o Acordo e este documentoaquielucida bastante sobre as alterações promovidas que, a bem dizer, não são assim tão profundas e - atrevo-me a afirmar - até fazem algum sentido (tirando, claro, o berbicacho que será a forma verbal de "haver"). Ninguém será proibido ou castigado por escrever como aprendeu, mas, com a institucionalização do novo Acordo, há que perceber que o que escrevemos agora poderá ser um erro gramatical no futuro.

 

Assim, vejo-me na desconfortável posição de ter um semi-Acordo instalado no computador graças ao amigo Bill Gates e como sou um snobe de primeira e um Maria-vai-com-as-outras (será que ainda tem hífenes?), passarei a usar o novo Acordo Ortográfico daqui em diante não através da defeituosa atualização do Office, mas sim através de um utilíssimoconversorda Priberam. E não adianta olhar com essa cara. A mudança está aqui e eu vou abraçá-la!

 

Obviamente este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.


publicado às 23:42


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D