Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Steve Jobs (1955-2011)

por Antero, em 06.10.11

Imagem gentilmente "roubada" daCátiaque, por sua vez, pediu "emprestada" ao site da Apple.

 

O homem pode ter sido um dos que contribuiu para tornar o computador pessoal não só tecnicamente possível, mas também economicamente viável. Os inventos da empresa que co-fundou marcaram várias gerações e marcarão as que ainda estão por vir. Uso bastante o iTunes, o iPod já acho um desperdício de dinheiro, o iPad não gosto mesmo nada, acho piada ao iPhone, e, quando tiver dinheiro, hei-de investir num Mac jeitoso. Tenho pena que tenha seguido um paradigma comercial um tanto elitista para a sua empresa e para os produtos que fabrica, mas tenho que dar a mão à palmatória quanto ao design e ergonomia dos mesmos (afinal só compra quem quer e pode, certo?). Além disso, as suas criações levaram a que outros seguissem as suas ideias e, mesmo que não possua nada da marca Apple, o mais certo é que esta tenha exercido alguma influência naquilo que utilizamos hoje em dia (como os sistemas operativos com ambientes gráficos, praticamente uma instituição em cada computador e que já passa despercebida).

 

Mas isso agora não interessa nada.

 

O que me leva a fazer esta singela homenagem a Steve Jobs é o facto deste, lá nos idos anos 80, ter comprado e investido num pequeno departamento da Lucasfilm que dava prejuízo e que tinha o sonho de tornar a animação por computador uma realidade: a Pixar. Sem ele, não haveria Toy Story, Ratatouille, WALL-E, The Incredibles e tantas outras obras que me proporcionaram maravilhosos momentos. Só por isto, o homem já deve ser louvado eternamente.

 

E, desculpem lá geeks aí desse lado, não há gadget que se compare a isto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:41

Liz

por Antero, em 23.03.11

 

Já estou a imaginar o Rock Hudson a recebê-la de braços abertos e a perguntar: "porque demoraste tanto, minha querida?".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34


Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Últimos vendidos


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D