Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O barulho

por Antero, em 23.06.10

Ontem, enquanto levava uma amiga a casa (ela mora num bairro social), fui surpreendido com os gritos histéricos de uma mulher. Resposta imediata da minha amiga: "Queres assistir ao verdadeiro barulho? Então corre!". A mulher estava a ser agredida em plena rua pelo marido. Junta-se imensa gente não só cá fora, mas também nas janelas. Ao chegarmos, passa por nós um homem a correr que os separa e imobiliza o marido contra um banco de jardim por uns bons dez minutos. A mulher regressa a casa umas portas abaixo, sem parar de berrar impropérios contra o cônjuge. Ela entra em casa e o marido é solto. Se estava bêbado ou drogado, não sei. Sei que estava irado. Virou-se para o homem que acudiu a esposa e disse-lhe que nunca se tinha metido entre ele e a sua "patroa", que ele não tinha nada a ver com o assunto e que aquilo era entre ele próprio e a sua família. Para meu espanto, esta opinião foi compartilhada pelas muitas pessoas que assistiam das janelas e que não se fizeram rogadas em transmitir isso ao (achava eu) salvador daquela mulher indefesa. Para minha total incredulidade, até uma familiar da agredida, talvez mãe ou tia, disse-lhe que não era nada da sua conta. Pouco depois, a multidão dispersou e voltaram todos às suas vidinhas.

 

Consta que metade das mulheres que ali vivem são agredidas (física e verbalmente) por familiares. A minha amiga diz que é normal...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:16


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Cidália silva a 30.06.2010 às 16:06

Como qualidade da amiga do Antero confirmo os factos relatados. Mais do que falta de recursos vejo principalmente falta de amor próprio...

Comentar post



Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D