Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Episódios da semana #8 (19/10 a 25/10)

por Antero, em 24.10.08

ALERTA DE SPOILER! Este post contém informações relevantes, pelo que é aconselhável que só leiam caso estejam a par da exibição norte-americana.

 

 

Desperate Housewives 5x04: Back In Business

Há muito tempo que isto não acontecia, mas de todas as donas de casa a melhor história é a da Bree: dividida entre a carreira de sucesso, o marido, a sócia e as amigas, ela é - para já - o grande destaque da quarta temporada. Lynette tenta aproveitar a onda de sucesso da amiga sem grandes resultados e o seu discurso final foi meio óbvio, porém tocante (quantos de nós nunca se sentiram assim?). Gaby continua a ter as partes mais engraçadas da série: todas as situações do sexo explicado aos mais jovens foram hilariantes, principalmente quando a filha mais nova berrou aquela palavra. E agora eu ponho as mãos no fogo em como o marido da Eddie quer chegar-se ao Mike devido àquela mulher e bebé que morreram no acidente de carro que despoletou o divórcio dele com Susan. Falando nela, as suas cenas foram engraçadas, mas apenas isso. Agora com o Mike vizinho dela, as coisas devem aquecer bastante.

7 potes de banha

 

Entourage 5x07: Gotta Look Up To Get Down

Com a morte inesperada de Alan, o executivo que só queria ver Vince longe, Ari é convidado para o suceder, o que faria com que ele pudesse dar a Vince qualquer papel em qualquer filme. Por outro lado, deixaria de ser seu agente e, com o tempo (e ambos sabem disso), cada um seguiria a sua vida. Entretanto Vince é convidado para uma sessão fotográfica e, para não variar, fica vidrado na modelo que seria a sua parceira. Ela é dispensada e ele tenta chegar até ela, mas vai encontrar resistência do fotógrafo da campanha que é, ao mesmo tempo, quase um "tutor" dela (e o final desta história é imprevisível e fenomenal). Eric é assediado por uma modelo que o pica com o facto de ele ser baixo, mas que quer que ele a represente. Outro excelente episódio e já só faltam cinco para acabar a temporada.

9 potes de banha

 

Heroes 3x06: Dying Of The Light

Com mais furos que uma peneira, Heroes segue a sua cruzada de testar a paciência do espectador. A série, pura e simplesmente, não arranca: é um tédio ver Parkman e a sua tartaruga a não fazerem nada (excepto dizer a Daphne que se vai casar com ela mal a conhece!), é uma chatice acompanhar Hiro e Ando em busca sabe-se lá do quê (e a forma como Hiro deu a volta à situação da morte do amigo foi engraçada, mas como ele conseguiu "congelar" a Daphne que parecia imune a isso?) e - lá vamos nós outra vez - Mohinder é insuportável! A cena do sequestro de Claire bem como a roleta russa foi previsível, mas já foi alguma coisa; Peter e Sylar à porrada durou pouco; e a relação do tal símbolo da Pinehearst com o ADN foi tão, mas tão óbvio. Ao menos já despacharam a personagem chata do Adam Monroe que teve o seu puder sugado por Arthur Petrelli (e como esse poder era a imortalidade, nada mais simples que tornar-se pó). Curioso que os poderes do triângulo familiar Arthur/Peter/Sylar seja o de transferência de poderes de terceiros, embora de maneiras distintas e com resultados diferentes. Finalmente, um rasgo de originalidade na série. Mas não chega.

4 potes de banha

 

House 5x05: Lucky Thirteen

Esta semana, House conseguiu a proeza de ser pior que Heroes! O episódio andou à volta da Treze e da sua, digamos, "vida dupla", até que uma desconhecida, com quem ela passara a noite, adoece e vai parar ao hospital. É então que a vida social e a vida profissional da Treze entram em conflito, e como ela está doente, quer mais é aproveitar o que lhe resta, ou seja sexo, drogas e por aí vai (pfff...). Aborrecido como poucos, o episódio teve como méritos o regresso da dinâmica entre House e Wilson e o final, com a revelação de Cuddy. A personagem da Treze é o exemplo máximo que os novos pupilos nunca irão atingir o carisma da antiga equipa e esticar a suas participações ao máximo é um erro crasso (o único que ainda se aproveita é o Taub), contribuindo para isso a prestação insossa da actriz Olivia Wilde. O caso da semana também deixou muito a desejar; ainda tivemos o regresso do tal detective chato; e a tão publicitada cena de sexo lésbico não tinha nada de escaldante que já não tivessemos visto noutras paragens. Incrível a irregularidade desta quinta temporada, cujos episódios são capazes de ir do 8 ao 80.

3 potes de banha

 

How I Met Your Mother 4x05: Shelter Island

E pronto! Stella não é mãe dos filhos de Ted, o que me agradou imenso. A sua despedida também foi boa, praticamente abandonando Ted no altar e deixando o grupo com um problema nas mãos (como irá Ted reagir?). Barney lá se virou novamente para Robin e a maneira como ele engendrou o plano foi óptima (numa cena parecida com o que se vê no filme Uma Mente Brilhante). Após incontáveis episódios, Robin teve o destaque merecido e não desiludiu: a conversa em que ela desaconselha Ted a casar foi excelente e até se notou um interesse da parte dela em resguardar-se em Barney depois da discussão com o ex-namorado. O episódio também foi fértil nas referências à continuidade da série (a chuva, o zitch dog, os filhos loiros, Lilly stressada com o casamento) e manteve o ritmo de gargalhadas sempre no pico.

9 potes de banha

 

Prison Break 4x08: The Price

Prison Break parece mesmo disposta a calar os críticos que dizem que o seu tempo já lá vai. O episódio desta semana foi electrizante, a lembrar os melhores momentos da primeira e da segunda temporada. Roland, o tal chinoca imbecil e que já fez a sua parte, foi morto sem dó nem piedade por Wyatt, que depois levou uns sopapos de Mahone. A sequência do plano para adquirir o sexto e último cartão foi excelente e cheia de tensão, só foi pena aquele flashback desnecessário no início para explicar o plano (que nem era nada complicado). Gretchen quer fazer as pazes com Sara e dá-lhe direito a 5 minutos de chicotadas e, nesta parte, acabámos por ter detalhes de como Sara escapou do cativeiro. Aliás, é impressão minha ou a Gretchen está cada vez menos irritante? Será da actriz ou da personagem? O certo é que ela vai passar a perna a Scofield e companhia, só que não deverá contar com a traição de T-Bag que, sempre com poucos recursos, lá arranja maneira de dar a volta. Vê-los todos unidos mas no fundo a tentar espetar uma faca nas costas uns dos outros e a salvarem a pele sempre rendeu óptimos momentos. E já está prometido que no próximo episódio morrerá uma personagem importante. Estou a torcer pelo inútil do Bellick.

9 potes de banha

 

E depois deste longo texto, um aperitivo: o trailer legendado da quinta temporada de LOST, que estreará em Fevereiro de 2009 e eu mal vejo a hora!

 

 

Já dá para ter uma ideia para onde foi a Ilha, não?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30


1 comentário

Sem imagem de perfil

De catia a 24.10.2008 às 21:54

Vou comentar, naturalmente, o episódio das donas de casa desesperadas. Achei este episódio mais mortinho que os outros, apesar de ter os seus momentos engraçados e aqueles que me deixam de boca aberta (acontecem-me estas reacções em todos os episódios!). E a pista que tu deste para a aproximação do marido da Eddie aos homens das outras parece-me muito possível, não tinha pensado nisso, mas creio que deve haver outro emaranhado qualquer por trás daquele personagem. E sim, agora as coisas com a Susan vão ser muito mais engraçadas. Já nem consigo esperar pelo domingo :)

Comentar post



Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D