Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Onde é que andavam os meus ouvidos?

por Antero, em 11.10.08

 

ACátiarecomendou, oBrunotambém falou e o meu irmão lá arranjou. A banda sonora do momento aqui no estaminé são os Deolinda, um daqueles projectos que juntam tanta coisa num mesmo cocktail delicioso e irresistível que, vez por outra, surgem no panorama musical. Misto de fado, rancho, folclore e, porque não dizê-lo, sátira (na fantástica faixa Movimento Perpétuo Associativo), o álbum Canção Ao Lado é tudo o que a música popular portuguesa devia ser e não é devido a pimbalhadas mil e cantores de gosto duvidoso. Sexta-feira actuam no Teatro Aveirense e a lotação já está esgotada. Tenho pena de não ir, mas depois os dois meninos ali de cima põe-me ao corrente de tudo. Esperemos que não sejam um cometa como os Ornatos Violeta e que fiquem por aqui muitos e muitos anos. Para ouvir sem qualquer preconceito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:12


2 comentários

Sem imagem de perfil

De catia a 11.10.2008 às 21:49

Eu cá tenho bilhetes, mas é na lateral. De qualquer das formas, vai valer a pena tenho a certeza.
E também tenho a certeza que isto não vai ser só fogo de vista, aposto que vieram para ficar (bom, pelo menos quero acreditar que sim!)
Sem imagem de perfil

De Bruno Abrantes a 11.10.2008 às 22:10

Os Deolinda têm um som realmente fantástico, e a faixa que referiste (Movimento Perpétuo Associativo) é provavelmente a minha favorita no álbum. Tal como a Cátia, espero que todo este burburinho que se tem gerado à volta da banda resulte em mais um álbum com (pelo menos) a mesma qualidade deste. Estou entusiasmadíssimo para o concerto!

Comentar post



Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D