Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fringe: a marca

por Antero, em 03.10.11

ALERTA DE SPOILER! Este post contém informações relevantes, pelo que é aconselhável que só leiam caso estejam a par da exibição norte-americana.

 


Fringe 4x02: One Night in October

Um dos aspectos mais fascinantes e prazerosos no universo "renovado" de Fringe é como os produtores estabelecem as diferenças entre a nova realidade sem Peter e as três temporadas anteriores: através de detalhes como diálogos que se referem a eventos subtilmente alterados ou aparições como o Broyles do Lado B que, não havendo um Peter que obrigasse à guerra dos Mundos, nunca morreu. Tal como Altivia nunca teve um filho de Peter e permanece com o "ex"-namorado (que gosta delas ruivas); que Walter terá invadido o outro lado, mas sem a intenção de salvar o filho; que Olivia terá morto o padrasto (quando ele havia sobrevivido ao disparo); que Charlie namora com a Bug Girl; e que Altivia raptou a sua contraparte para substitui-la e roubar partes da Máquina do Apocalipse – o que, claro, leva ao maior enigma de todos, já que a mesma teria de ser activada por Peter e foi à volta dele que ela foi desenvolvida. Ou então a correcção da linha do tempo permitiu que as circunstâncias que rodeavam o dispositivo fossem alteradas significativamente por que, até ver, sem Peter não há Máquina, sem Máquina não há fusão das realidades, sem fusão não há o universo unificado que acompanhamos agora. E Peter nunca existiu realmente ou morreu aquando a infância?

 

As possibilidades são imensas (note-se que até William Bell pode estar vivo) é com satisfação que a série começa a potenciar o facto de as realidades estarem ligadas. O caso da semana trouxe um serial killer do Lado B que é um professor do Lado A e cabe a este ajudar a Divisão Fringe a capturar o assassino sem que perceba o imbróglio dos dois Lados. O grande trunfo do episódio foi a análise de dois seres essencialmente iguais, mas que as escolhas em momentos-chave levou-os a seguir caminhos diferentes (numa idealização de uma figura feminina que me lembrou o magníficoA Árvore da Vida) o que, de certa forma, reflecte a condição de Olivia e Altivia, obrigadas a deixar as diferenças de lado em prol de um objectivo comum e que, aos poucos, começam a perceber que há muitos pontos em comum entre as duas (e Anna Torv é competente a retratar a frieza e perspicácia da primeira por oposição à descontracção e profissionalismo da segunda). No final, as aparições de Peter a Walter tornam-se mais intensas e frequentes, numa alusão de que não faltará muito para o regresso deste. E como ficará a linha do tempo depois disto?

 

PS: o Lado B tem gasolina a 99 cêntimos?! É já!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:39


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno a 07.10.2011 às 04:50

E o pormenor do Walter estar a ouvir o Dies Irae do Requiem Mozart, a última obra do compositor que o levou à loucura. Touché.
Imagem de perfil

De PaperLife a 10.10.2011 às 09:33

Eu já vi o episódio 3, e esse já dá para tirar algumas dúvidas colocadas aqui, como por exemplo se Peter morreu ou não aquando a infância :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.10.2011 às 22:20

onde e que vocês veem isso?
Imagem de perfil

De Antero a 11.10.2011 às 00:16

Estreia nos nossos computadores todas as semanas!
Imagem de perfil

De PaperLife a 11.10.2011 às 18:29

Fringe? No meu caso eu faço download dos episódios na net, mas penso que dá na Fox norte-americana :)

Comentar post



Banha de Cobra

Alvará

Antero Eduardo Monteiro. 30 anos. Residente em Espinho, Aveiro, Portugal, Europa, Terra, Sistema Solar, Via Láctea. De momento está desempregado, mas já trabalhou como Técnico de Multimédia (seja lá o que isso for...) fazendo uso do grau de licenciado em Novas Tecnologias da Comunicação pela Universidade de Aveiro. Gosta de cinema, séries, comics, dormir, de chatear os outros e de ser pouco chateado. O presente estaminé serve para falar de tudo e de mais alguma coisa. Insultos positivos são bem-vindos. E, desde já, obrigado pela visita e volte sempre!

Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Armazém

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D